30 anos de ‘Cuts Both Ways’: o nascimento de Gloria Estefan

Em 2019, o disco "Cuts Both Ways", um dos álbuns mais emblemáticos e de maior sucesso de Gloria Estefan, completa 30 anos.
O disco, lançado em julho de 1989, deu início à uma das carreiras solo femininas mais bem sucedidas do mundo da música,
nos proporcionando hits memoráveis como "Don't Wanna Lose You", "Here We Are", "Get On Your Feet", entre outros.

Para quem não sabe, Gloria Estefan iniciou sua carreira musical junto à banda Miami Sound Machine bem no final dos anos 70. De lá pra cá, com o lançamento dos discos em inglês "Eyes Of Innocence" (1984), "Primitive Love" (1985) e "Let It Loose" (1987), Gloria se tornava cada vez mais importante, com a mídia mundial direcionando seus holofotes para a espevitada vocalista de voz doce e origem cubana.

Uma coisa é certa: Gloria Estefan dominava os palcos como ninguém. A energia emanada nos shows da Miami Sound Machine era verdadeiramente única e completamente contagiante. Não havia quem não se rendesse aos encantos do ritmo pop/latino entoado por uma das bandas mais singulares do show business até então. O sucesso foi tanto, que de 1985 até meados de 1988, a MSM chegou a emplacar 8 músicas no Top 10 da Billboard americana. Um feito realmente extraordinário para uma banda de origem latina.

Foi então que, vendo o nome de Gloria cada vez mais em alta, seu marido, Emilio Estefan, decidiu aprontar de vez a carreira solo da cantora. A partir deste momento, não mais a chamaríamos de Gloria Estefan & Miami Sound Machine, mas apenas Gloria Estefan.


Carreira Solo 
Um caso curioso é que sobre este início cantando "sozinha", Gloria revelou em diversas entrevistas que o estopim dessa ideia se deu depois de uma divertida controvérsia em relação à sua parceria com Plácido Domingo. No final dos anos 80, ela havia sido convidada para cantar ao lado do tenor em uma faixa para o disco "Goya: A Life in Song". Na ocasião, Estefan revelou: "seria estranho me convidar para cantar e nos créditos aparecer “Plácido Domingo e a garota do Miami Sound Machine”, imagina?", por conta disso, decidiram simplesmente colocar o nome da cantora.

Outra pessoa também muito importante nesta projeção de Gloria Estefan como artista solo foi o empresário Tommy Mottola, que na época atuava como presidente da Sony Music. Em seu livro "A New America", inspirado no documentário "The Latin Explosion" de 2015, Mottola revelou que, na época, o lançamento do novo disco de Gloria foi um dos primeiros trabalhos que apareceu em sua mesa, logo após ter assumido a presidência da Sony.

"Gloria, eu quero falar com você sobre o seu próximo álbum", disse Mottola à cantora ao telefone. No entanto, o acerto para o "Cuts Both Ways" precisou ser feito pessoalmente. Tommy também revelou que entendeu que o novo álbum precisava ser algo que pudesse posicionar Gloria como uma verdadeira superstar global. Por isso, além da criação de um disco com a imagem voltada totalmente para a cantora, alguns ajustes precisavam ser feitos.

Mas, depois de analisar a capa do álbum e todos os outros elementos de marketing que já estavam prontos, Mottola chegou à conclusão de que era preciso desenvolver uma campanha muito mais forte. Então, o empresário decidiu parar todo o material de lançamento feito anteriormente pela Sony e renovar o projeto por completo.

A publicação de Tommy também relata que, ao invés de ficarem chateados, Gloria e Emilio se mostraram super entusiasmados com a decisão. Afinal, alguém estava disposto a entender de fato a essência de sua música e gastar o que fosse necessário para impulsionar o novo trabalho. E apesar de alguns executivos da gravadora inicialmente terem se mostrado contrários à decisão de Mottola, principalmente em relação aos novos gastos com a renovação do material, ninguém ousou reclamar depois que "Cuts Both Ways" superou todas as expectativas vendendo milhões de cópias ao redor do mundo.


Don't Wanna Lose You
O primeiro single de "Cuts Both Ways" foi a música "Don't Wanna Lose You", enviada às rádios norte-americanas em 21 junho de 1989. E não é preciso dizer que o sucesso do single foi instantâneo. De acordo com a RIAA (The Recording Industry Association of America), a canção vendeu mais de meio milhão de cópias só nos Estados Unidos, ganhando certificado de ouro no país e atingindo a 1ª posição da Billboard Hot 100, desbancando a música "Hangin' Tough" do New Kids On the Block.

"Don’t Wanna Lose You" também se tornou um tremendo hit em diversos países da Europa, Ásia, Oceania e, claro, no Brasil. No país, a canção entrou para a trilha sonora da novela "Top Model", protagonizada por Malu Mader. O sucesso foi insano. Tanto, que além de atingir a 1ª posição das rádios por várias semanas, se tornou a música internacional mais escutada do país no ano de 1989. E vale dizer que o single também ganhou uma versão totalmente cantada em português "Se Tenho Que Te Perder", que entrou posteriormente para a edição brasileira limitada do "Cuts Both Ways" e "Into The Light". Já a versão em espanhol "Si Voy a Perderte" também fez bonito nos charts latinos, atingindo o 1º lugar da Billboard Latin Songs.


Outros Singles
Inegavelmente o "Cuts Both Ways" foi um gerador de sucessos. Se alguma vez alguém chegou a pensar que Gloria jamais conseguiria repetir os feitos da MSM, esta pessoa cometeu um terrível engano. Além de "Don't Wanna Lose You", o álbum trouxe os hits "Get On Your Feet" (segundo single), "Here We Are", "Oye Mi Canto" e "Cuts Both Ways".


"Get On Your feet" surgiu como um hino de superação, com uma letra positiva e um ritmo que lembrava e muito o som da era Miami Sound Machine. A música atingiu a 11ª posição da Hot 100 da Billboard e se tornou um dos clássicos mais aclamados de Estefan. Tanto, que anos mais tarde, acabou inspirando o nome de seu musical na Broadway "On Your Feet!".


"Here We Are" foi outra canção que virou a queridinha dos fãs e apaixonados de plantão. A letra retrata bem as fases de um típico relacionamento amoroso, do desejo à friendship zone. A música entrou para o top 10 da Billboard, atingindo a 6ª posição (74º do chart anual), além do 1º lugar da parada AC (Adult Contemporary). O single veio para o Brasil e novamente ganhou uma versão em português, desta vez com direito a videoclipe, intitulada "Toda Pra Você". Outro tema de novela, só que desta vez em "Mico Preto" (1990). E vale dizer que em seu próximo disco "brasileiro", Estefan já mandou avisar que teremos "Here We Are" em espanhol, versão inédita.


"Oye Mi Canto" foi lançada em abril de 1990, logo após a cantora ter sofrido um terrível acidente de ônibus, que quase a matou e a deixou paralítica permanentemente. A música, que possui versões em inglês e espanhol, surge como uma espécie de grito de liberdade, uma mensagem política enviada diretamente ao regime ditatorial de Cuba, terra natal de Gloria. Com um desempenho bastante razoável nos charts, visto a falta de divulgação devido ao acidente, "Oye Mi Canto" rendeu a Gloria o seu primeiro MTV Video Music Awards, na categoria de "Vídeo Internacional".


O single "Cuts Both Ways" teve seu lançamento oficial apenas nos Estados Unidos, e foi enviado às rádios do país como uma espécie de "canção coroação" pelo sucesso do álbum. Apesar da impossibilidade de divulgação da música, "Cuts Both Ways" acabou sendo abraçada pelo público, ficando no Top 50 da Hot 100 e atingindo a 1ª posição da parada AC norte-americana. E sem falar do sucesso inesperado na Nova Zelândia, com a aparição no Top 10 local. Já no videoclipe da canção temos uma jovem Gloria exalando a essência da beleza, com seus cabelos encaracolados e esvoaçantes surgindo durante as tomadas.


Curiosidades
  • Apesar de ser o 1º disco solo de Gloria, a banda Miami Sound Machine continuou a acompanhar a cantora nas gravações e nos shows.
  • O álbum "Cuts Both Ways" vendeu mais de 3 milhões de cópias só nos Estados Unidos.
  • Na canção "Think About You Now", o cantor Jon Secada realiza o backing vocal da parte final da música. O astro também assina a canção "Say", faixa 3 do disco.
  • A "Get On Your Feet World Tour" foi a primeira turnê solo de Gloria Estefan, criada especialmente para promover o álbum "Cuts Both Ways". Originalmente ela foi definida para ser uma das maiores turnês de Gloria, com pelo menos 50 paradas ao redor do mundo. No entanto, após o trágico acidente, a tour foi cancelada com somente 23 shows realizados.
  • O CD da edição limitada brasileira do "Cuts Both Ways" foi lançado em 1990 com 15 canções, contendo todas as originais, além das versões em português "Se Tenho Que Te Perder" (Don't Wanna Lose You)", "Toda Pra Você" (Here We Are) e "Amor Fatal" (Your Love Is Bad For Me).
  • As músicas do disco que produziram versões remixes foram: "Get On Your Feet", "Ay, Ay, I", "Say" e "Oye Mi Canto".
  • O single “Don't Wanna Lose You” foi indicado Grammy de 1990 na categoria de Melhor Performance Vocal Feminina. Gloria performou na cerimônia.
  • A regravação de “Don't Let The Sun Go Down On Me", original de Elton John, e presente no disco "Hold Me, Thrill Me, Kiss Me" (1994) de Gloria, foi a primeira canção que Gloria gravou após o acidente de 1990. A versão apareceu primeiramente como uma B-side da versão europeia do single de "Here We Are".

A verdade é que o "Cuts Both Ways" foi sem dúvidas um dos álbuns divisor de águas na carreira de Gloria Estefan. Um disco que trouxe diversos hits marcantes e introduziu a cantora no hall das super estrelas mundiais. Aliás, pensando nisso, bem que a Sony Music poderia relançar o álbum com uma edição comemorativa de 30 anos, né? Vai Sony, presenteia a gente!!!!

Um comentário: